Cuidados prolongados

logoger

“Acreditamos, nos envolvemos e mudamos”

Projetos geriatria

O DEPARTAMENTO DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA da Santa Casa de Misericórdia de Batatais, constitui-se atualmente num modelo no que tange ao atendimento ao idoso portador de necessidades especiais, projeto viabilizado pela atual administração em parceria com Governo Federal, Governo Estadual, Prefeitura e Câmara Municipal de Batatais, através de muita determinação e empenho.

Numa parceria com a Federação das APAEs do Estado de São Paulo e a APAE local, nos propusemos a fazer valer os direitos da Pessoa idosa portadora de deficiência como ação final do Projeto “Prevenção- a única solução”. Nova parceria é estabelecida, desta vez entre a entidade e a Secretaria de Saúde do Estado, o que propiciou a formação da equipe técnica, conforme portaria MS 149 de 07/12/95, hoje composta de médicos, enfermeiros e auxiliares, assistente social, psicóloga, nutricionista, fisioterapeuta, monitor recreacionista, bem como auxiliares de serviços de apoio geral.

A partir daí, baseado na prestação de um atendimento global, priorizando a saúde nos aspectos bio-psico-sociais, foi elaborado um plano diretor de adequação das instalações físicas, segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, tendo sido esse projeto aprovado e financiado pela SAS (Secretaria de Assistência Social), do Ministério da Previdência e Assistência Social. Para a aquisição de mobiliários e equipamentos específicos básicos, a entidade firmou convênio com a CORDE, órgão da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, vinculado ao Ministério da Justiça, viabilizando mais esta etapa importante.

Assim, em setembro de 1997, foi inaugurado o novo módulo, com capacidade para 36 idosos, moradores do município, portadores de deficiências física e ou mental, congênitas ou adquiridas, que necessitam de atendimento médico e paramédico, sem retaguarda familiar ou pertencentes à famílias desprovidas de recursos para manter sua assistência bio-psico-social.

Essa assistência, concomitante a uma intervenção multiprofissional com enfoque preventivo e reabilitador, garantem a obtenção do menor grau de limitações e deficiências, além de acrescentar condições efetivas para a melhoria da qualidade de vida dos moradores, cidadãos merecedores do mais amplo e irrestrito respeito.